Sete Alegrias

"Alegra-Te, Cheia de Graça…"

Para sempre

Segundo Pascal, não há um só ato realizado pelo ser humano que não seja no sentido de conduzi-lo em direção à felicidade. Em tudo o que fazemos, o nosso fim último é a busca da felicidade. Saudades do Paraíso perdido. Nostalgia do reino de Deus. Mesmo nos mais insanos atos, estamos procurando a felicidade sem fim.

Bem cantou Ângela Rô Rô:

“Todos acham que eu falo demais, e que eu ando bebendo demais, que essa vida agitada não serve pra nada, andar por aí bar em bar, bar em bar…

“Ninguém sabe é que isso acontece porque, vou passar toda a vida esquecendo você e a razão porque vivo esses dias banais é porque ando triste, ando triste demais…

“E é por isso que eu falo demais, é por isso que eu bebo demais e a razão porque vivo essa vida agitada demais é porque meu amor por você é imenso, o meu amor por você é tão grande, o meu amor por você é enorme demais.”

Expulsos do jardim de delícias, caímos neste brejo, de onde fomos resgatados por uma Virgem que encontrou graça diante de Deus, concebeu e deu à luz o Filho do Altíssimo, que vai reinar para sempre…

– E o Seu reino de felicidade não terá fim.

***

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: