Sete Alegrias

"Alegra-Te, Cheia de Graça…"

Nó Górdio

Segundo a lenda, quem conseguisse desatar o complicado nó feito em homenagem a Górdio, soberano da Frígia, se tornaria o novo rei. A tarefa se mostrou impossível. Entretanto, Alexandre, o Grande, após analisar o intrincado empreendimento, puxou a espada e resolveu o problema. De fato, a profecia se mostrou verdadeira e Alexandre foi o maior conquistador do mundo antigo.

Dia 12 nós comemoramos a festa de Nossa Senhora Desatadora dos Nós. Este título foi atribuído a Maria devido a uma pintura do alemão Johann Schmidtner. A obra foi pintada em 1700, aproximadamente, e fica em exposição na cidade de Augsburg, Alemanha. Por sua vez, o artista se inspirou na frase de Santo Irineu “Eva, pela desobediência, atou o nó da desgraça para o gênero humano; Maria, por sua obediência, o desatou”.

A devoção popular vê em Maria a nossa ajuda para desatar os nós, resolver os problemas, transpor as dificuldades, vencer os impedimentos. (É muito bom ter uma Ajudante assim, mas melhor ainda é seguir a ordem da Mestra: “Fazei tudo o que Ele vos disser”.)

Analogamente à lenda, o verdadeiro nó da existência humana – o pecado – foi desatado por uma espada de dor que transpassou a alma da Co-Redentora. A profecia também se cumpriu com a Rainha da Criação:

“Eis que todas as gerações me chamarão bem-aventurada”

***

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: